Benefícios do HIIT para corredores | por Carla Tabaio

Já conheces o HIIT?A sigla significa High Intensity Intemittent Training, ou seja, treino intervalado de alta intensidade. O HIIT baseia-se em intervalos de curta a longa duração com uma utilização do oxigénio próxima de 100% (VO2máx) alternados com períodos de recuperação. Esta é considerada uma das fórmulas de exercício mais eficazes para melhorar a performance desportiva dos atletas e alguns estudos sugerem que o HIIT émelhor que o treino de resistência (endurance) para melhoraro VO2máx. O VO2máx é considerado o limite máximo do corpo para o consumo, distribuição e utilização do oxigénio para produção de energia. Com umente denominado de“capacidade aeróbica máxima”, o VO2máx é um bom medidor do desempenho no exercício. Melhorar a função cardiovascular aumenta o VO2máx do corpo.

Outro benefício metabólico do HIIT é o excesso de consumo de oxigénio pós-exercício (EPOC). Após uma sessão de exercícios, o consumo
de oxigénio (e, portanto, o gasto calórico) permanece elevado à medida que as células musculares em atividade restauram os fatores fisiológicos e metabólicos da célula para os níveis anteriores ao exercício. Tal traduz-se numa queima de calorias maior e mais longa após o término do exercício. Estudos indicam a existência de valores mais altos de EPOC em treinos de HIIT do que com treino de endurance.

Os atletas de endurance (corrida de longa duração) têm a tendência de considerar que “quanto mais, melhor”, acumulando quilómetros a cada treino e treinando numa intensidade baixa a moderada. Uma vez que elevadas cargas de quilómetros por semana estão cada vez mais ligadas à
ocorrência de lesões nos membros inferiores (pernas e pés), o HIIT surge como uma opção interessante para evitar lesões. A incidência anual de lesões ligadas à corrida é considerada elevada, atingindo 40 a 50 % dos corredores. E, apesar das causas destas lesões serem devidas a diversos fatores, erros cometidos no treino são dos mais comuns.

Estudos demonstram que ao nível neuromuscular, os corredores de endurance mantêm uma adequada performance muscular após treinos de HIIT, enquanto treinos de corrida contínua podem diminuir a performance
muscular.

Os principais objetivos da maioria dos programas de exercício de endurance são melhorar a função cardiovascular, metabólica e músculo-esquelética do corpo. Durante anos, o exercício aeróbico contínuo tem sido o método escolhido para alcançar estes objetivos. No entanto, estudos mostram que o HIIT leva a melhorias similares e, em alguns casos, melhores em menos tempo para alguns marcadores fisiológicos.

Exercícios de endurance e HIIT melhoram diversas funções fisiológicas e metabólicas significativas no corpo humano, um plano que inclua HIIT (com intensidade e frequência apropriadas) e endurance aliará o melhor dos dois mundos. E para incluíres o HIIT no teu treino regular tens
diversas opções, desde treino de corrida ao ar livre, como na passadeira ou noutra máquina do teu ginásio, como a elíptica ou a bicicleta. Podes também optar por aulas de grupo que se baseiem neste tipo de treino, como o SPRINT. No Fitness Hut já tens aulas específicas de HIIT ZONE, por exemplo, ou podes usufruir das dinâmicas de ginásio HUT HIIT ao minuto 15 de cada hora! Como vês, há mil e uma maneiras de variares o teu treino!