Corrida Global Energy Bimbo | Carla Fernandes

0

Quem é que não gosta de um miminho? Correr num percurso plano com um bom cenário é um miminho! Foi assim que se apresentou esta corrida de hoje, que até tinha mascotes fofinhas (para ajudar ao miminho). A Corrida (e caminhada) Global Energy Bimbo iniciou-se às 10h00 com partida (e chegada) na Ribeira das Naus, num local bastante central e acessível, podendo nós deixar os carros a descansar em casa, e onde a existência de um bengaleiro gratuito contribuiu para uma opção de mobilidade mais sustentável. Lisboa ficou assim incluída na maior corrida do mundo que decorreu simultaneamente em 36 cidades de 21 países (devido aos sismos no México, as provas que iriam decorrer na Cidade do México e Puebla foram adiadas), unindo corredores de todo o mundo. Esta corrida teve um cariz solidário não só pelo minuto de silêncio feito em solidariedade com as vítimas do México como em géneros alimentícios, cujo objetivo é a distribuição de um total mundial de 1 milhão de fatias de pão, em Portugal este apoio foi dado à REFOOD.

Apesar de Setembro já ir avançado esteve bastante calor na prova, sendo que o percurso é basicamente sem sombras, quem levou boné fez uma escolha acertada, e a organização ao colocar dois pontos de abastecimento de água também. A chegada aos 5km marcou o ponto de retorno, em que a partir daí já se fez sentir uma brisa leve no rosto, o que deu outro fôlego. Na chegada todos os atletas tiveram direito a uma medalha, e a recuperar com água, maçã, bebida Powerade, e produtos Bimbo como sandes mistas, e para os sortudos que chegaram a tempo, docinhos como donuts, bollycao dokio e bollycao. Estes últimos não são a escolha mais saudável, mas foram um miminho, e a organização já nos tinha brindado com uma mochila cheia de produtos saudáveis que constituía o kit da prova. Deste kit fazia também parte uma t-shirt técnica de grande qualidade da marca kippa. Os vencedores absolutos, Samuel Freire do S. L. Benfica e Vera Fernandes do RB Running, ganharam uma viagem (para 2) ao Brasil para correrem a Global Energy Race 2018 Rio de Janeiro.

Apesar de nos encontrarmos na capital de um país, com bastante vida e turistas, infelizmente, poucas palmas se fizeram ouvir. Nós atletas sim, aplaudimos à passagem dos líderes da prova. Corrida Global Energy Bimbo | Carla Fernandes

 

resultados