O Inverno…. Vilão ou Herói

0

CORER-NA-CHUVA933

 Frio!

Chuva!

Vento!

O que vestir, como equipar-se? Com o  Inverno! Que Frio, gritarão os amantes da corrida! Muitos pensam que no Inverno, com mau tempo, o melhor será ficar em casa pois é impossível  correr. Mau tempo, para nós, corredores de poucos quilómetros – ou de algumas dezenas  é o calor sufocante, é o Verão, em que o mínimo esforço provoca muito suor e um maior dispêndio de energia. 

Com o Inverno, aumenta o prazer dos treinos longos, das saídas por esses pinhais e matas. A temperatura desagradável torna-se, ao fim de alguns minutos de corrida, em ambiente ideal para um tipo de esforço moderado e contínuo. No entanto, há que pensar no equipamento e saber qual a melhor forma de se proteger para praticar a corrida. Com frio e condições de forte vento, devemos pensar nos pontos mais sensíveis do nosso corpo, as extremidades.

Será principalmente por aí que haverá mais perda de calor. Tendo em atenção os estudos do fisiologista sueco Astrand, verificamos que as mãos, apesar de representarem apenas 5 % da superfície do nosso corpo, ocasionam um arrefecimento da temperatura corporal em 20 %. Assim, umas luvas não muito grossas e de um tecido de algodão leve poderão ser uma fácil solução, principalmente no início do treino.. .

Mais fácil será fazer uns metines (luvas sem dedos) que, quanto a nós, são bastante práticas. Igualmente, um gorro de lã fina protegerá convenientemente a cabeça. Muitos sofrem da garganta com o ar húmido e frio e, inclusivamente, encontram-se mais expostos a constipações. Um gorro comprido que tape igualmente a boca é uma solução ótima a usar no aquecimento ou nos períodos de repouso. Utilizando uma frase do Dr. Sheehan, aquecer as extremidades é aquecer o corpo todo, não nos poderemos esquecer dos sapatos e das meias. Estas deverão ser, de preferência, do tipo de enchimento, isto é, que aqueçam mesmo parado.

Enfim, umas vulgares meias de lã. Os sapatos (de sola com um traçado que evite escorregar facilmente), muitas vezes por serem demasiado justos, impossibilitam o uso de uma meia grossa, pelo que outra solução, com bons resultados, consiste em vestir dois pares de meias finas . Quanto ao resto do equipamento e dado que em Portugal é raro o termómetro baixar muito, um vulgar fato de treino e uma ou duas camisolas finas do tipo desportivo servirão para o proteger convenientemente.

Com chuva ainda mais se agrava o medo de ir correr. Ficar em casa, pensamento que muitas vezes nos assalta, é uma forma de esquecer que é fácil aquecer rapidamente. É bastante frequente os jovens e veteranos dizerem que se constiparam por andarem a correr à chuva.. É com tempo agreste e pouco convidativo que se vê o interesse do treinador pelos seus atletas.

 Apesar de não gostar de calça de Lycra, uso sempre loção de aquecimento, luvas, gorro, e em dias de chuva “ corta vento”… Bons treinos