Tag: ERNESTO FERREIRA

A importância das massagens prevenção de lesões…

Todos os atletas, sejam eles corredores de pelotão ou de alta competição, desejam melhorar as suas performances desportivas para poderem ser mais competitivos ou simplesmente se superarem a si próprios. Para conseguirem melhorar, precisam de seguir um plano de treinos adequado às suas capacidades de forma a aumentar a sua resistência, velocidade e força.

Lesões mais frequentes no atletismo.

“Runners knee” (“Joelho do corredor”)

Vulgarmente chamado “joelho do corredor” ou “runners knee”, é também conhecido por síndrome da banda iliotibial e atinge, em especial, os corredores de fundo. Esta síndrome é caracterizada por dor na região lateral externa do joelho, e pode acontecer durante ou após a prática da corrida. É causada por uma tensão/encurtamento da banda iliotibial (fáscia localizada na face externa da coxa), tensão esta que provoca um atrito entre a mesma e a região lateral do fémur. Esse atrito gera um processo inflamatório na bolsa serosa (almofada com liquido sinovial) e, consequentemente, dor na região.

A utilização da acupunctura

Em Medicina Chinesa, não se faz a diferenciação entre prevenção primária, secundária e terciária. Existe somente prevenção e reabilitação. Elas diferem no seu objecto de estudo (atleta saudável versus atleta doente) e consequentemente na sua finalidade (prevenir lesão versus tratar lesão ou melhorar qualidade de vida). Existe entre elas uma grande semelhança: os métodos usados. No nosso caso específico vamos falar de acupunctura.

Prevenção de Lesões no Atletismo…

O conhecimento actual sobre as lesões mais frequentes no atletismo, no que respeita à fisiopatologia e, sobretudo, os factores que contribuem decisivamente para o seu aparecimento, leva-nos, cada vez mais, a encarar a prevenção como a principal forma de abordagem a este problema.

Quais as vantagens de correr com meias de compressão?.

Temos observado um número cada vez maior de atletas a usar meias de compressão. À primeira vista, elas parecem uma tendência de moda desportiva, mas quando olhamos com mais atenção, podemos verificar que estas meias, que vão quase até aos joelhos e são utilizadas por muitos corredores de longa distância e triatletas, são bem mais de que isso. Elas possuem zonas de diferente compressão, sendo mais forte sobre os gémeos para aumentar o aporte de oxigénio aos músculos, acelerando a remoção de ácido láctico e estabilizando a musculatura de forma a aumentar a sua eficácia.