Tag: Por Jornal i

Tendinopatia do Tendão de Aquiles

A tendinite do Tendão de Aquiles (T.A.), é considerada uma das lesões que mais assusta qualquer corredor de longa distância. É uma das três lesões com mais incidência no corredor de fundo. O tendão é a estrutura que liga o músculo ao osso. No caso do tendão de Aquiles, liga os gémeos e o solhar (tricípete soral) ao calcâneo, as estruturas principais para a realização da impulsão durante a corrida. O T.A., suporta cerca de 7,7 vezes o peso corporal e cargas elevadas podem predispor o tendão, ao longo do tempo, a lesões de sobreuso que podem compreender processos inflamatórios, degenerativos e diversos tipos de rotura.

Vantagens e desvantagens de cada horário, dicas de alimentação e hidratação

Os corredores amadores costumam ter as suas preferências e percebem que existe uma diferença de rendimento no treino aquando realizado de manhã, à tarde ou à noite. Porém, não conseguem identificar qual o melhor horário para correr.

Correr para uma boa noite de sono

O exercício físico é imprescindível para o bem-estar, saúde e melhor qualidade de vida, reduzindo os riscos de desenvolvimento de doenças crónicas. Porém, outro importante benefício que tem vindo a ser atribuído à prática de desporto é a qualidade do sono. A Associação Americana de Distúrbios do sono ( American Sleep DIsorders Association ) e o Colégio Americano de Medicina Desportiva ( American College of Sports Medicine ) reconhecem que o exercício físico, como a corrida, ajuda na qualidade do sono. Segundo o estudo científico, o exercício melhora a qualidade do sono, reduz casos de insónias, de fadiga e transtornos de ansiedade.

Tendinopatia do Tendão de Aquiles

A tendinite do Tendão de Aquiles (T.A.), é considerada uma das lesões que mais assusta qualquer corredor de longa distância. É uma das três lesões com mais incidência no corredor de fundo. O tendão é a estrutura que liga o músculo ao osso. No caso do tendão de Aquiles, liga os gémeos e o solhar (tricípete soral) ao calcâneo, as estruturas principais para a realização da impulsão durante a corrida. O T.A., suporta cerca de 7,7 vezes o peso corporal e cargas elevadas podem predispor o tendão, ao longo do tempo, a lesões de sobreuso que podem compreender processos inflamatórios, degenerativos e diversos tipos de rotura.

Respirar correctamente contribui em muito para o sucesso na corrida…

 

No running, o nosso corpo tem que fornecer constantemente oxigénio aos músculos, para que estes possam ter energia suficiente e assim providenciar a força necessária para correr. Os pulmões necessitam de absorver mais oxigénio do que o habitual, e é por esta razão que muitas vezes se sente a dificuldade em respirar.