31ª São Silvestre dos Olivais – por Ana Amaro

0

 

Cumpriu-se ontem, dia 29 de dezembro, a 31ª Corrida de São Silvestre dos Olivais. Pela primeira vez tive o privilégio de participar na mais antiga São Silvestre da cidade de Lisboa conhecida pelo seu percurso bastante exigente.

Quando chegámos já o entusiasmo entre os atletas era grande visto estar uma noite muito agradável para correr e para o convívio entre todos os participantes.

Mantendo a iniciativa lançada em 2018, a organização voltou a promover uma Mini São Silvestre com uma extensão máxima de 1200m, a pensar nos escalões mais jovens, que teve o seu inicio a partir das 18h00.

Às 19 horas deu-se o início da prova onde os atletas arrancaram em frente ao edifício da junta de freguesia dando início a um percurso de 10 km que tinha como destino o GO FIT – Complexo Desportivo dos Olivais. Pouco tempo depois das 19h deu-se início à caminhada de 4 km que foi marcada pela boa disposição.

Este ano a prova teve um padrinho muito especial, o atleta Paulo Guerra.

Esta é uma prova tradicionalmente conhecida e com características exigentes tendo um percurso de sobe e desce constante em toda a prova, o que acaba por quebrar a monotonia. Perto do final deparámo-nos com a subida mais difícil do percurso, uma longa subida  parecia não ter fim.

Gostei muito do apoio da população espalhada pelo percurso a incentivar todos os atletas com palmas e gritos de incentivo.

Os vencedores desta 31ª Edição foram, no setor masculino, Paulo Pinheiro do Linda – A – Pastora Sporting Clube e, no setor feminino, Carla Mendes, do Sporting Clube de Braga.

Após terminarem a prova, todos os participantes foram recebidos em festa na meta situada no GO fit Olivais, onde decorreu a Entrega de Prémios. Quem conseguiu bater o seu recorde pessoal da prova do ano passado teve direito a um bolo rei.

A organização está de parabéns pela excelente prova, pela promoção do desporto e por levar as pessoas a sair de casa e participarem seja a correr, seja a caminhar. 

Fiquei fã desta prova e espero para o ano lá voltar e bater o meu recorde ( espero que a iniciativa do bolo rei seja para continuar).