- Publicidade -

Os músculos das pernas são diferentes, a disponibilidade é diferente, a capacidade é diferente e o ritmo é mais lento. Os corredores com mais de 40 anos perdem ritmo com o passar do tempo. A culpa, claro, é da idade, mas não só e a ciência explica mais.

Diz o New York Times que são vários os estudos que revelam que a idade não é a única culpada pela queda do ritmo dos corredores. A diminuição da capacidade aeróbica é uma das causas, mas há outra, e talvez a que explica melhor a diferença de velocidade.

De acordo com uma investigação da Universidade de Carolina, nos Estados Unidos, é a partir dos 40 que os corredores tendem a perder confiança nos próprios músculos, situação que faz com que tenham uma passada mais curta e, por isso, um rendimento menor.

Esta desconfiança leva a outro condicionamento na corrida: a postura. Uma vez que os corredores mais velhos não olham para os músculos da mesma forma, é comum que procurem compensar esta ‘fraqueza’ com a aposta noutras partes do corpo, como os tornozelos ou os calcanhares – o que faz com que o rendimento seja menor.

O medo de contrair lesões e de ter mais dificuldade em recuperar são outras das explicações dadas