A importância das massagens prevenção de lesões…

0

Todos os atletas, sejam eles corredores de pelotão ou de alta competição, desejam melhorar as suas performances desportivas para poderem ser mais competitivos ou simplesmente se superarem a si próprios. Para conseguirem melhorar, precisam de seguir um plano de treinos adequado às suas capacidades de forma a aumentar a sua resistência, velocidade e força.

O problema é que com o aumento da exigência nos treinos também aumentam as probablidades de lesões musculares e tendinosas, que podem impedir o atleta de continuar os seus treinos e competições durante algum tempo, Quando um atleta aumenta a sua rotina de treino, quase sempre utiliza os músculos de forma exaustiva, causando stresse nos tecidos, Um dos problemas é que estes atletas, com a ânsia de melhorar, ignoram as dores musculares, o que é um erro completo, porque estas dores iniciais podem tornar-se crónicas e podem até acabar com a sua carreira.

Quanto mais ignorarem uma lesão, mais susceptíveis ficam para novas lesões e dores musculares. Uma das formas de encorajar os músculos a recuperar após o treino é através da massagem desportiva, porque alivia todas as tensões e ajuda a retirar o acido láctico dos músculos.
Com isto o sangue e o oxigénio podem voltar aos músculos e fazer uma reparação eficaz dos tecidos musculares, originando músculos mais fortes e resistentes, Por isso é que as massagens desportivas são tão
utilizadas em alta competição, já que ajudam os atletas a prevenir lesões bem como a recuperar do esforço despendido nos treinos e provas Massagens desportivas.

Quando devo fazer?
As sessões de massagem devem ser realizadas sempre após um treino e a sua frequência  depende da carga de treino, Um atleta de alta competição que faça treinos bidiários deve submeter-se a duas sessões de massagem por semana, enquanto um atleta que faça seis a sete treinos por semana, uma sessão de massagem por semana será suficiente. Quanto ao corredor de pelotão que treina três a quatro vezes por semana, uma sessão de quinze em quinze dias é o aconselhável.

 Conclusão
A massagem desportiva é sem dúvida uma das formas mais eficazes de prevenir lesões e promover a melhor recuperação muscular, no entanto, pode ser também um problema se não encontrar um profissional competente. Procurar um bom massagista pode não ser uma tarefa fácil. Sem ser nosso propósito dizer quem são os “bons e os maus”, tivemos o cuidado de pesquisar na área de Lisboa, aqueles que nos parecem dar mais garantias:

Alberto Chaiça 
Charneca da Caparica – 914030994
Alberto Maravilha
São Domingos de Rana – 919244270
Alcídio Costa
Estádio Nacional/Cacém – 964243455
Café
Linda-a-Pastora- 918549183
Ivan 
Linda-a-Pastora- 962929407
José Urbano
Benfica – 962451143
Maria José Peraboa, do Gabinete de
Fisioterapia no Desporto
Algés – 214912625
Mário Gamito
Caxias – 966705250
Nuno Amade, do Gabinete de Fisioterapia
no Desporto
Amadora – 214912625

POR ERNESTO FERREIRA, FISIOTERAPEUTA