- Publicidade -

A We Run apresentou , em conferência de imprensa, no The Spot, em Lisboa, os três circuitos de corridas Trail que irá organizar em 2020.
1) O Circuito Lisboa Trail, que vai na 4a edição e é já um marco no panorama nacional do Trail, conta com as seguintes provas:

1 – Palmela Trail – 16 de Fevereiro
2 – 1a Edição Trail Arruda dos Vinhos – 08 de Março
3 – Trail da Costa Saloia – 15 de Março
4 – Trilhos Várzea de Loures – 19 de Abril
5 – Cascais Trail Experience – 03 de Maio
6 – Lx Trail Monsanto – 24 de Maio
7 – Almada Trail – 07 de Junho
8 – Trail das Fontes de Caneças – 14 de Junho
9 – Corrida do Mirante – 21 de Junho

O Circuito Lisboa Trail tem mobilizado um número bastante elevado de participantes, em muitos casos perto ou acima dos mil. Por exemplo, em 2019 a primeira edição do Palmela trail, que será o primeiro evento do circuito, contou com mais de 1 400 pessoas.

2) A Norte será criado um novo circuito, denominado Circuito Portugal Trail Norte que, para já, conta com os seguintes eventos:

1 – Trail do Troviscal -31 de Maio
2 – Trail Pampilhosa Serra – 26 de Julho
3 – Trail da Guarda – Outubro/ Novembro

3) A Sul terá lugar também um novo circuito, denominado Circuito Portugal Trail Sul e tem o seguinte calendário provisório:

1 – 1a Edição Trail Ponta Piedade – 23 de Feverieiro
2 – Arrábida K30 – 26 de Abril
3 – Trail do Ciborro – Maio
4 – 3 Castelos Ultra Trail Noturno – 11 de Julho
5 – Trail São Romão – 08 de Agosto

Com este calendário, que pode ainda ser ajustado em função de necessidades que possam surgir, a We Run alarga a organização de Trails a todo o país.

As modalidades base dos vários eventos serão Trail Longo (K20), Trail Curto (K10); Caminhada e Crianças, com os custos respectivos, para os três primeiros, de 12, 10 e 7 euros (já com IVA).

Um aspecto fundamental das provas é que as preocupações de sustentabilidade continuarão a ter cada vez maior impacto práctico, em várias áreas, tais como eliminação dos plásticos de utilização única, a marcação dos percursos com materiais ecológicos, a recolha selectiva de lixo ou a utilização de alimentos saudáveis e locais.

Em vários eventos, que terão as chancelas Shark Trail e Lince Trail, as ações de sustentabilidade serão levadas a um patamar superior, pelo que para além das preocupações de reduzir, reutilizar e reciclar serão implementadas acções em redor de um quarto R, visando Reparar o meio ambiente.

Paulo Guerra, o atleta Português masculino mais medalhado e cinco vezes Campeão Europeu, frequentador habitual dos Trails We Run, tomou a palavra destacando que “A principal razão para a taxa de crescimento do Trail em Portugal prende-se com o convívio que estas provas proporcionam a todos os participantes, num espírito de comunhão com a natureza e usufruto das paisagens”. Aproveitou igualmente para convidar o público a participar nos treinos que leccionará na nova Escola de Trail, localizada na Ajuda, e que se irão desenrolar tendo como ponto central as necessidades específicas da modalidade.

Esteve também presente o Vereador da Câmara Municipal de Odivelas, Dr. Paulo Teixeira, que salientou a importância deste tipo de eventos para a região onde se desenrolam, destacando a envolvência e as sinergias criadas com as várias entidades e associações locais assim como o contributo para o sector do turismo e para um conhecimento mais rico do país.

Para várias provas as inscrições já estão abertas e podem ser realizadas através do site werun.pt