- Publicidade -

Cada vez mais recebo pacientes nas minhas clínicas que me procuram devido ao desporto, nomeadamente praticantes das várias formas de corrida (estrada, trail). Com o crescente aumento da actividade física – quer seja de forma amadora ou até mesmo profissional – é essencial termos hoje em dia mecanismos de apoio e acompanhamento que possam dar a melhor resposta terapêutica possível a esta tendência.

É baseado nesta premissa que nas Clínicas Artur Morais temos uma área particular e direccionada especificamente ao exercício físico – a Acupuntura no Desporto. Ao longo de 20 anos, fomos acumulando experiência e know-how culminando num conjunto de protocolos de tratamento, adaptados às necessidades e objectivos de cada atleta, específicos para esta vertente da Acupuntura. Desta forma, as Clínicas Artur Morais têm programas de Acupuntura no Desporto: o programa Performance e o programa Intensive Recovery.

O programa Performance é direcionado para a melhoria do desempenho do atleta, tanto em treino como em competição. De acordo com as características de cada atleta, é proposto um plano de tratamento que poderá ter como objectivo a melhoria da função cardio-respiratória; ou a melhoria da recuperação da fadiga muscular; ou ainda a redução da dor e dos processos inflamatórios, potenciando a recuperação pós-treino ou competição e prevenindo lesões ou situações de overtraining.

Já o programa Intensive Recovery incide em casos em que já há uma lesão desportiva e pretende, precisamente, acelerar o processo de recuperação, reduzindo o tempo de paragem do atleta. O objectivo deste programa de Acupuntura no Desporto não se limita ao regresso do atleta à sua actividade desportiva, incluindo técnicas terapêuticas que, quando possível, visam reforçar a capacidade do organismo em prevenir a recidiva da lesão.

Todos os nossos protocolos de Acupuntura no Desporto incluem pontos para a regularização do estado emocional e a melhoria da atitude mental em treino e em competição. A procura de um objectivo ambicioso, associado ao aumento das cargas de treino para atingir esse mesmo objectivo e ao tempo necessário para que o corpo responda positivamente ao treino, criam

naturalmente as condições para que os índices de saturação aumentem (com consequências negativas para o desempenho do atleta).

A motivação do atleta para o treino é extraordinariamente importante para potenciar os resultados físicos e mentais do mesmo, constituindo a base essencial para um bom desempenho em competição. Para além da avaliação do estado motivacional ao longo dos treinos, os nossos protocolos incluem pontos específicos para os dias que antecedem a competição, convertendo a ansiedade natural da competição numa força de potenciação do desempenho (e não de bloqueio do mesmo fazendo com que os tempos obtidos nos treinos sejam melhores dos que os obtidos em competição).

Em modo de conclusão, o atleta deve ser visto como um “todo”, em que a componente física e mental são duas faces de uma mesma moeda. A Acupuntura no Desporto tem efeito terapêutico nestas duas vertentes da prática desportiva, dando primazia a uma ou a outra de acordo com as necessidades de cada atleta. Cada pessoa é um ser individual: posso receber 2 atletas a praticar a mesma modalidade, tendo os mesmos objectivos competitivos mas a forma de os alcançar vai variar consoante a individualidade de cada um, sendo prescrito um plano distinto para cada atleta, o qual poderá incluir acupuntura, laserneedle, termoterapia, vacuoterapia, electropunctura, entre outros.

Artur Morais

Director Clínico das Clínicas Artur Morais

Para marcação de consulta ou esclarecimento de questões poderá fazê-lo através do nosso

site: https://www.arturmorais.com