- Publicidade -

O Cardio em Jejum (também conhecido por AEJ, ou Aeróbico em Jejum) é uma tendência atual – embora algo controversa – que tem ganho muitos adeptos. Consiste em fazer algum exercício cardio sem nada no estômago – por norma, logo pela manhã.

Trata-se de uma ótima técnica para quem deseja queimar gordura e manter o máximo de massa muscular. E porquê?

A fonte energética preferida pelo nosso corpo, são os hidratos de carbono. No entanto, no cardio em jejum, como estás de estômago vazio, o teu corpo terá de recorrer a outras fontes de energia e, naturalmente, a gordura é a energia que acaba por ser consumida, causando assim perda de peso.

O motivo pelo qual os aeróbicos em jejum são tão eficazes na perda de peso é essencialmente porque as nossas reservas de gorduras tornam-se mais vulneráveis depois do período de sono, em que não ingerimos alimentos.

No entanto, é muito importante saber que isto apenas acontece quando o exercício é realizado com uma intensidade baixa – não mais intenso que uma caminhada – atingindo no máximo 55% da FCM; essa intensidade é a única que garante que a gordura é queimada de forma eficiente. Caso contrário, começa-se a catabolizar músculo (Processo de degradação da fibra muscular), o que acaba por provocar baixa de metabolismo e estagnação.

 

Conclusão

O Cardio em Jejum é um exercício a incluir numa rotina de perda de peso/gordura. É um tema algo controverso mas, se for realizado com a baixa intensidade necessária, as perdas de massa muscular irão ser evitadas ou  minimizadas.

 

O fator mais importante para garantir resultados, será sempre a ingestão correta das calorias diárias ajustadas ao seu corpo e aos seus objetivos. O exercício físico funciona como uma ajuda suplementar e deve ser realizado na altura em que mais se sente com energia, ou de acordo com as suas possibilidades horárias. 

 

Aviso: se você tem algum problema de saúde, especialmente hipoglicemia ou diabetes, é recomendável consultar um médico antes de iniciar este método.