- Publicidade -
Cifrão apresentou, na passada terça-feira, o seu mais recente projeto que pretende pôr os portugueses a dançar, a Cifrão Dance School. O novo projeto do bailarino e coreógrafo é um sonho de longa data: as seis novas escolas que abrem em diversas localidades do país, numa parceria com o Holmes Place, são uma iniciativa que promete facilitar o acesso à dança e torná-la mais popular do que nunca.  Foi numa sala rodeada de amigos e da sua equipa, que revelou um importante passo na sua carreira. “Desde que comecei a dançar mais a sério tinha o sonho de ter uma escola de dança. E com esta parceria com o Holmes Place, o meu sonho tornou-se maior do que alguma vez poderia imaginar! Porque não será uma, mas sim seis escolas espalhadas pelo país. E não poderia haver melhor parceiro, por ser a melhor rede de espaços de atividade física nacional e acima de tudo por ter visão com a qual me identifico bastante”. 

Acrescenta ainda que “ao longo do meu percurso, conheci vários profissionais de diversas modalidades e quando surgiu esta oportunidade, sabia exatamente quem queria ao meu lado. Vai ser uma escola à minha imagem, mas com a personalidade dos melhores das várias áreas”.

Algés, Arrábida, Alvalade, Braga, Coimbra e Tejo são os locais revelados para a abertura das primeiras escolas de dança do Cifrão. Do Hip Hop, Ballet, Kizomba, Salsa, Danças de Salão a Danças mais ativas, a escola tem opções adequadas a todas as idades e gostos. Perfeito para quem pretende começar rapidamente a dançar ou para quem pretende simplesmente fugir à rotina. Uma oportunidade que permite estabelecer laços de amizade incomparáveis, com novos conhecimentos, mas também aprender alguns movimentos que não vão passar despercebidos nas próximas saídas.
 
O coreógrafo e bailarino que começou a fazer aulas de dança aos 16 anos, numa pequena escola de Massamá e a dar aulas aos 17 é peremptório: “A dança mudou a minha vida!”.

As inscrições já estão abertas ao público, assim como a boa energia e a oportunidade de estimular o corpo e a mente, com a experiência única da liberdade da dança. Saiba mais nas redes sociais com #portugaladançar.
#portugaladançar