SONIC 3 Accelerate CH
- Publicidade -
São chamados minimalistas porque dão um movimento natural à passada e porque não possuem diferença de altura entre o calcanhar e a parte do sapato, dando a sensação de ‘pé descalço’ e sem amortecimento.

Na corrida, os ténis minimalistas caraterizam-se, também, pela leveza que dão e pela sensação de ‘pé completo’ no chão. Mas o seu uso pode dar origem a lesões, diz a Health.

Segundo a revista, um estudo levado a cabo por Scott Mullen, cirurgião o hospital universitário do Kansas, indica que as pessoas com mais de 30 anos e dez de corrida, com uso frequente de calçado minimalista, têm mais possibilidade de sofrer lesões ou fraturas, situação que não foi verificada nos corredores mais jovens, que se adaptaram melhor a este tipo de sapatilha.

O risco de lesão corre devido ao facto de os corredores mais velhos usarem com mais frequência a força do calcanhar para dar início ao passo. “Em velocidades mais altas, os corredores mais velhos persistem no calcanhar 43% do tempo que correm, colocando-se em risco de sofrer lesões várias”, disse o especialista.

O calçado minimalista não é desaconselhado para quem corre, contudo, requer um período gradual de adaptação, não devendo o corredor adotar este tipo de calçado sem o testar alternadamente com os ténis habituais. Para esta fase de adaptação – fundamental devido à falta de amortecimento que este calçado dá – um grupo de cientistas especializados em corrida da Universidade de Harvard sugere um treino específico de adaptação à corrida minimalista (ou até mesmo descalça).

Em primeiro lugar, o corredor deve fortalecer o pé e a flexibilidade do tornozelo, zonas mais vulneráveis ao impacto com o chão. Depois, durante uma ou duas semanas, o corredor deve fazer caminhadas de 30 minutos sem qualquer sapatilha calçada e corrida com as habituais, depois disto, nas duas semanas seguintes, deve intercalar a caminhada descalço com a corrida já com os ténis minimalistas e habituais, alternadamente.

Depois deste período, diz o site Globo Esporte, o corredor deve abdicar das caminhadas e iniciar corridas lentas com o calçado minimalista durante uma semana. Na última semana de preparação já pode fazer os treinos habituais e ao ritmo pretendido apenas com os ténis minimalistas.