CROSS FIT E CORRIDA

0

De certeza absoluta, que neste momento já ouviu pelo menos uma vez alguém a falar sobre Crossfit. E que logo após ouvir a explicação do treino terá pensado de imediato “Isso não é para mim”, certo? A primeira impressão será sempre, de forma geral, menos positiva pois a abordagem do treino é bastante diferente do convencional. Com este artigo, pretendo realizar uma ligeira abordagem ao treino Crossfit e também identificar vários pontos que permitiam melhorar a sua corrida através deste mesmo método de treino.

Mas primeiro, afinal o que é Crossfit?

O Crossfit é um programa de força e de condicionamento físico, criado por Greg Glassman em 2000, USA. O seu conceito engloba elementos de treino de alta intensidade, halterofilismo, pliometria, ginástica bem como treino calistênico. A execução desses mesmos movimentos poderá ser de moderada a elevada num curto espaço de tempo e divididos em blocos de treino. Desta forma, tornam um treino longo e moderado num treino curto e intenso promovendo mais adaptações e benefícios no nosso organismo. Devido a metodologia de treino, será recrutado um maior número de grupos musculares que no treino “normal”.

Aproveito para reforçar que poderá realizar este treino independentemente da sua idade e condição física, pois a existência de profissionais competentes e certificados a nível nacional já é bastante relevante o que proporciona mais confiança no praticante.

 -Redução da percentagem de massa gorda

– Melhoria da flexibilidade e amplitude articular

– Aumento da resistência cardiovascular, força e potência

– Aperfeiçoamento do equilíbrio, agilidade e coordenação

– Prevenção de lesões (quando acompanhado por técnicos certificados)

– Melhoria no desempenho em corrida de curta e longa distância.

“Mas trabalhar força não me irá tornar mais pesado e desta forma mais lento?” A resposta já se encontra nos pontos mencionados anteriormente, correcto? Sendo a corrida um movimento repetitivo, que recruta essencialmente os membros inferiores, essa mesma frequência de treino (exclusivamente corrida, como observo todos os dias no ginásio) promove desequilíbrio muscular no nosso corpo, provocando lesões quando menos são esperadas e desejadas. Correndo apenas irá direccionar o seu organismo para um nível de estagnação das suas capacidades. É por esse motivo que quando o músculo se adapta, irá desejar correr ainda mais rápido para manter esse nível alcançado.

A combinação de treino de força com exercícios de saltos, flexões, elevações, toe´s to bar, deadlift, sprints ou saltar a corda irá melhorar todas as nossas capacidades físicas. A combinação de todos estes elementos irá estimular fibras musculares de contracção rápida (corrida curtas) bem como fibras de contracção lenta (corrida longas). Através deste “cocktail” de novas estimulações irá definitivamente aumentar a sua resistência e velocidade na corrida.

A pergunta que geralmente me colocam é “Qual a regularidade de treinos Crossfit que um corredor deverá realizar?”. A resposta a essa questão estará certamente dependente de outros pontos (como por exemplo técnica de execução movimentos olímpicos e objectivos), mas entre duas a três vezes por semana. Mas sendo o seu foco principal a corrida, o meu conselho será no mínimo realizar um treino por semana (obrigatório). Como preparação para a Maratona de Paris que realizei em Abril, durante 4 meses realizei um treino por semana no Cross Arena, Casal do Marco. Estando a técnica dos principais movimentos totalmente assimilada é possível tirar todo o proveito desse único treino, juntamente com os treinos longos, de potência e pliometricos que já se encontram planificados.

Recomendação final: se o seu desejo é incluir a metodologia Crossfit nos seus treinos, deverá então realizar mais treinos para aprendizagem da técnica para prevenir lesões, bem comoseleccionar uma Box (nome pelo qual são conhecidos os espaços Crossfit) com técnicos devidamente habilitados. Irá de certeza absoluta sentir uma melhoria na sua performance de corrida num curto espaço de tempo.

Informação adicional:

Fonte:

Pedro Gonçalves – Personal Trainer @ Fitness Hut Amoreiras

pdr_goncalves@hotmail.com

https://www.facebook.com/ptpedro.goncalves

pedro

SOBRE O FITNESS HUT:

A cadeia de fitness clubs “premium low-cost” Fitness Hut nasce em Portugal em 2011, do know how de três fundadores: Nick Coutts, André Groen e Júlio Pedro Carvalho; com o intuito de oferecer aos seus sócios o primeiro ginásio que aposta no que verdadeiramente utilizam, ao preço justo. Atualmente, a rede tem 11 clubes, localizados entre Lisboa – Amoreiras, Arco do Cego, Picoas, Olivais, Odivelas, Loures, Cascais e Linda-a-Velha, a Norte em Braga, no Porto na Trindade e Setúbal.

Os clubes Fitness Hut têm um espaço compreendido entre os 1.500 e 2.000 m2 e são dotados de um design vanguardista; desenhado e desenvolvido para estar em perfeita harmonia com as atividades físicas disponíveis.

Entre os serviços disponíveis o Fitness Hut oferece: 7 zonas diferentes de ginásio (Cardio Fitness; Resistência; Musculação; Combate; Treino Funcional; Sprint e Relax); Serviço de Personal Training Premium; Aulas de Grupo Les Mills (Body Combat; Body Balance; Body Step; Body Pump; Body Attack; CX Work; Sh’ Bam e RPM) e Aulas de Grupo Fitness Hut (Yoga Moves; ABS Moves; Dance Moves; Fit Moves e Outras (Bum Bum Brasil e Spinning); Balneários Premium; Snack-bar & Máquinas Vending; Estacionamento; e ainda outras atividades lúdicas como as Night Gym – noites únicas ao som de convidados muito especiais a atuar nos DJ POD’s dos ginásios Fitness Hut.

Mais informações em:

http://www.fitnesshut.pt