- Publicidade -

A atividade desportiva é essencial para manter a saúde física e mental. Perante o estado de crise sanitária actual, a prática de exercício físico individual ao ar livre está autorizada de acordo com o plano de desconfinamento emitido no passado dia 30 de abril. Todavia é importante alertar para algumas considerações para que seja realizada em segurança e, de preferência, de forma equilibrada para prevenir o aparecimento de lesões após um longo período de maior imobilidade.

Assim deixamos aqui algumas dicas para a realização de desporto ao ar livre (ex: marcha, corrida, bicicleta, treino em circuito, etc) de forma segura e consciente:

·     Distanciamento social: manter o distanciamento físico recomendado (2 metros) no cruzamento com outras pessoas, evitar locais com maior ajuntamento de pessoas, evitar tocar em objectos (estruturas de ginásio outdoor, bancos, entre outros), manter sempre uma adequada higiene das mãos assim que chegue a casa após a sessão de treino;

·     Equipamento e máscara: a utilização de máscara não é obrigatória para a prática desportiva individual ao ar livre, tendo em conta que o distanciamento social é cumprido. Não é necessário nenhum outro tipo de equipamento de protecção individual, o mais importante é manter uma adequada etiqueta respiratória a par da higienização das mãos e evitar o contacto das mãos com a boca, nariz e olhos;

·     Treino progressivo: programar as cargas de treino e/ou exercícios de com intensidades progressivas e graduais, de acordo com a evolução e recuperação individual, evitar retomar a prática desportiva ao ar livre com cargas demasiado intensas para evitar sobrecarga dos músculos e tendões e fadiga excessiva;

·     Vitamina D: aproveite os dias longos dos próximos meses e procure cumprir uma exposição solar moderada (cerca de 30min por dia) e ingestão alimentar de fontes de colecalciferol (vitamina D3) como ovos e peixes gordos. O exercício ao ar livre é uma forma óptima para aproveitar o sol. A vitamina D é essencial na saúde óssea, hormonal, metabólica e mental. A suplementação com vitamina D é uma opção para manter os seus níveis adequados e deve ser orientada por um médico.

·     Ingestão hídrica e alimentação: manter o aporte calórico adequado e nutricionalmente equilibrado, assim como uma boa hidratação antes e após a sessão de treino, especialmente na presença de temperaturas e humidade mais elevadas. Se for realizar realizar esforços superiores a uma hora pondere ir prevenido nesse sentido.

·     Rotina: é importante manter uma rotina diária e semanal através do planeamento das sessões de treino, de uma boa higiene do sono e um regime de horários flexível mas habituais.

Autores: Eva Alves e Tiago Silva

Fonte; https://www.record.pt/modalidades/detalhe/dicas-para-praticar-desporto-ao-ar-livre-em-tempo-de-pandemia