DICAS DE UM EXPERT PARA PRINCIPIANTES

0

CORRA FELIZ E COM SAÚDE Estes são os meus melhores conselhos para se manter afastado das lesões. Aproveite-os!

COMPETI NOS JOGOS olímpicos DE 1972, nos 10.000 metros e, em 1977, tive uma lesão no tendão de Aquiles. Com ela descobri que queria aproveitar cada corrida sem nunca mais sentir dores. Desde então que corro sem me magoar.

Em julho completei a minha maratona número 200, em Missoula, nos Estados Unidos, para comemorar os meus 70 anos. E você também pode ultrapassar algumas das lesões que o impediram de correr durante os últimos anos. Saiba como aqui!

CAMINHE Intercalar corrida e caminhada fez-me ter controle sobre como me sentia e sobre o tempo que precisava para me recuperar. Se começo a sentir dores ou cansaço, posso ajustar o tempo de caminhada e recuperar, sem ter que parar completamente. Nas provas, esta tática ajuda-me a manter o ritmo.

ENCURTE A PASSADA Uma passada curta diminui o stress sobre as pernas, pés, articulações, músculos e tendões. As passadas curtas e caminhadas de recuperação ajudam a manter as pernas com energia, mesmo quando o corpo perde flexibilidade e massa muscular – que é o que acontece quando envelhecemos.

USE AS Competições Quando quero c30orrer mais rápido faço uma prova de 5 km. Também comecei a encarar as maratonas como corridas longas e, dois anos depois, conquistei o meu recorde pessoal (2h16m).

Nas provas, sentimos que pertencemos a um grupo e há toda aquela energia. E é por isso que acabamos por correr mais rápido e com menos esforço.

MUDAR FAZ BEM Os corredores são teimosos, principalmente os que treinam há bastante tempo. Muitos recusam-sea reduzir o ritmo, a caminhar quando é necessá- rio ou a correr menos dias por semana, mesmo quando deixam de se divertir (e começam a lesionar-se).Mas mudar faz bem: é a estratégia que pode tornar os seus treinos mais prazer divertidos!

Você pergunta, Jeff responde

Como manter a motivação se já não sou tão rápido?

É possível mudar as prioridades: em vez de valerizar demais as provas, comemore a beleza da corrida com o nascer ou o pôr do sol, ou a sensação de vitória ao vencer um percurso mais íngreme.

Que metas posso definir que não 0 envolvam velocidade? Pode correr mais vezes por mês ou competir em todos os distritos do país. Defina o que o deixa mais feliz na corrida: correr em grupo? Explorar novos ambientes? Correr sozinho? Escolha uma meta que inclua fazer o que mais gosta,

Facto ou mito? Quanto mais tempo corremos maior é a probabilidade  de nos magoarmos.

MITO Uma pesquisa mostrou que corredores com mais idade têm ossos e articulações mais sadios do que pessoas da mesma faixa etária que não correm. –

– Se adotar as medidas certas e prestar atenção aos sinais do corpo, poderá correr até os 100 anos. Contudo, não julgue que é invencível! A partir de uma certa idade é aconselhável prestar mais. atenção ao que diz o seu médico. Todo o cuidado é pouco

Jeff Galloway
Atleta olímpico
Nascimento12 de julho de 1945 (72 anos), Raleigh, Carolina do Norte, EUA