- Publicidade -

O atleta queniano Wilson Kipsang, antigo recordista mundial da maratona, foi detido por desrespeitar o recolher obrigatório imposto no Quénia devido à Covid-19.

A informação foi avançada pela polícia da cidade de Iten, na zona oeste do país africano. «Detivemos Kipsang e nove outras pessoas, incluindo um responsável autárquico, no Keelu Resort a beber e a jogar bilhar às 22h00», disse o comandante da polícia, John Mwinzi.

Kipsang, que venceu algumas das maratonas mais importantes do mundo e foi medalha de bronze nos Jogos Olímpicos de Londres em 2012, declarou-se culpado, sendo libertado sob fiança de 5 mil xelins, qualquer coisa como 43 euros.

Refira-se que Kipsang foi suspenso provisoriamente em janeiro deste ano por falsificação ou falta de localização para um controlo antidoping, anunciou esta sexta-feira a Unidade de Integridade no Atletismo (IAU).

Informação também importante: o atleta de 38 anos é… polícia.

Fonte: https://tvi24.iol.pt/i