Kalenji Kiprun Race 2017 / Review Luis Salgado

0

O Site Aminhacorrida.com testou os ténis de corrida Kalenji Kiprun Race 2017.

Estes ténis Kalenji são a proposta da Marca Francesa para competir no segmento dos ténis de performance.
Com um preço altamente competitivo de 59 Euros, significando praticamente metade do preço de outras marcas concorrentes, a sua qualidade supreende pela positiva.
Esta versão difere muito de outras anteriores. Em Modelos anteriores poderiamos integrá-los na categoria de ténis mistos, para vários tipo de corrida, agora encaixam definitivamente na categoria de ténis leves, rápidos e performance.
Testámos o nº 45, o peso aproximado do nº 43 são 203 gramas, por isso o seu peso será muito próximo a este.
A primeira impressão visual foi positiva, chamando a atenção as suas linhas aerodinâmicas e as suas cores azul escuro, preto e um verde fluorescente, dando um ar elegante a estes Kalenji.
Quando pegamos nestes Kalenji Kiprun Race 2017 a sua leveza é bem real. No entanto apesar da sua leveza, ao dobrá-los, considerámos serem algo rígidos.
A sola com tecnologia Up`bar: peça em resina TPU, colocada na sola para favorecer o dinamismo e a reactividade.
Embora no primeiro impacto visual não pareça, estes Kalenji têm um drop de 10 mm.
A sola podia apresentar uma superficie mais rugosa, pareceu- nos pouco para tempo de chuva ou piso escorregadio.
Com uma língua minimalista, atacadores sóbrios e suficientemente grandes, palmilha confortável e uma zona do calcanhar bem generosa, com um rebordo um pouco almofadado de  apoio ao tornozelo.
Quando calçámos estes ténis pela primeira vez, sentimos uma supreendente harmonia, sem incómodos, sejam laterais ou nas extremidades. Normalmente quando calçamos uns ténis pela primeira vez, sentimos que temos que os domesticar, ora estes Kalenji dispensaram isso, parecendo uns nossos antigos parceiros de treino.
Luis com o dorsal 901
Testámos estes Kalenji Kiprun Race 2017 em treinos de rodagem, com chuva, terra batida e essencilamente para aquilo que eles são projetados, em treinos intervalados e competição.
Em treino de rodagem cumprem a tarefa, embora não tendo um conforto de uns Kalenji LD ou SD.
Em piso molhado e escorregadio, para um atleta neutro que apoia maioritariamente a parte da média sola para a frente, a sua aderência poderia ser melhorada, dando a sensação por vezes de o pé oscilar um pouco.
Em terra batida sem chuva não comprometem.
Com chuva não são impermeáveis.
Mas estes Kalenji quando se trata de treinos rápidos e competição, dão cartas a qualquer Marca mais conceituada do mercado. Leves e reactivos, estes ténis merecem uma oportunidade. Se querem bater o vosso record pessoal, aqui têm uma aposta preço/qualidade.
Em suma diriamos que o seu ponto forte são:
– Preço.
– Reatividade.
– Leveza.
– A durabilidade da sola.
Ponto menos positivo:
– A sola em piso molhado.
– A rigidez da sola.
Sé é um atleta com menos de 75 Kg, e quer andar abaixo de 4min/Km, estes Kalenji Kiprun Race 2017 são uma boa opção.
Preço: 59
BENEFÍCIOS DO PRODUTO
LEVEZA203 g no tamanho 43.
IMPULSOConceito up’bar em Pebax® que favorece impulsão, espuma EVA mais densa à frente.
ADERÊNCIA83% de melhoramento em relação à versão anterior!!
INFORMAÇÕES TÉCNICAS
DROP: Com 10 mm de diferença entre a parte de trás e a da frente da sola
CONCEITO KALENJI Up’bar: Peça em resina TPU (Pebax®) colocada na sola para favorecer o dinamismo (a impulsão) do calçado.
GARANTIA:2 Anos