- Publicidade -

No dia 26 de maio de 2019 realizou-se o 5º Melgaço Alvarinho Trail. Melgaço é uma pequena e bonita Vila do Norte de Portugal, está situada no extremo Noroeste do nosso País. Está no sopé da Serra Peneda (pertencente ao Parque Nacional Peneda-Gerês), sendo banhada pelo rio Minho, que separa Portugal da Espanha.

Este evento foi organizado pelo Complexo Desportivo e de Lazer de Melgaço, em parceria com o Melgaço Radical CRL e com o apoio da Câmara Municipal de Melgaço, Solopisadas, Bombeiros Voluntários de Melgaço e ATRP ( Associação de Trail Running de Portugal).

Deste evento fizeram parte um Ultra Trail de 47 km, um Trail Longo de 29 km, um Trail Curto de 17 km e uma caminhada de 13 km.

Melgaço possui excelentes condições naturais para a realização deste evento e permite que todos os anos, os percursos possam ser diferentes para que deste modo haja sempre novidades para estimular a participação e o regresso dos atletas.

Toda a prova desenvolveu-se à volta das montanhas que rodeiam esta vila e do rio Minho, permitindo aos atletas desfrutar deste paraíso. E foi para este paraíso que a equipa aminhacorrida se dirigiu no sábado à tarde, tendo ficado muito bem instalada no solo duro, situado no Pavilhão dos Bombeiros Voluntários de Melgaço. Tivemos ainda tempo de levantar calmamente e sem filas o Kit do Atleta que além do dorsal continha a t-shirt do evento, uma garrafa de vinho Alvarinho, uma garrafa de água mineral de Melgaço, uma escova de dentes, senhas para o pequeno-almoço, para o caldo verde e para a entrada nos museus.

De manhã, a azáfama era muita com atletas a conversar, outros a equiparem-se, outros a tomar o pequeno-almoço oferecido pela organização… Por volta das 8h 35 min deu-se início à nossa prova, o ultra trail, começámos a descer mas, como tudo o que desce também sobe, mais à frente chegaram as longas e ingremes subidas. Subidas essas, que nos levaram para o topo da montanha onde tivemos o privilégio de contemplar paisagens fabulosas.

O calor intenso que se fez sentir ao longo do dia não deu tréguas, tendo levado a algumas desistências. Os atletas que conseguiram resistir tiveram a oportunidade de na parte final do percurso correr junto ao rio Minho e observar as atividades de rafting que se desenvolvem neste local.

Os abastecimentos estavam nos locais indicados no dorsal e eram muito completos. No último abastecimento, os atletas tinham presunto e vinho verde à disposição para poderem enfrentar a última subida da prova, passar por dentro da Torre de Menagem e seguir para a meta.

De realçar que ao longo do percurso tivemos sempre a presença dos bombeiros e equipas de socorro nas zonas de maior perigo, nomeadamente na travessia de ribeiras onde a corrente era bastante forte. Em todos os troços onde tínhamos de atravessar estrada havia sempre com alguma antecedência uma placa a avisar e a presença ou da GNR ou dos escuteiros. Importantes foram também as diversas placas com aviso de perigo, descidas perigosas, piso escorregadio…

Ao chegarmos à meta, tivemos uma simpática receção com uma menina vestida com trajes típicos do Minho que nos ofereceu o prémio de finalista: um buff. Estavam também presentes a receber os atletas alguns elementos da organização com os quais pudemos trocar umas palavras sobre a prova e tirar uma fotografia.

A organização, formada na sua maioria por atletas de  Trail, está de parabéns. Não me lembro de ter feito um trail com umas marcações tão irrepreensíveis: as fitas estavam colocadas ao longo de todo o percurso de 47 km praticamente de 50 em 50 metros não havendo margem para enganos, além das fitas nos entroncamentos tínhamos sempre placas a indicar o caminho a seguir e havia ainda setas no chão.

A equipa aminhacorrida recomenda a todos este belíssimo Trail, em todos os sentidos! Valeu bem a pena percorrer 482 km para lá chegar.