- Publicidade -

Para manter um estilo de vida equilibrado é essencial a prática de uma alimentação saudável e consciente. Um dos hábitos alimentares que devemos ter é fazer várias refeições equilibradas durante o dia: um pequeno-almoço, um lanche a meio da manhã, um almoço, um lanche a meio da tarde e um jantar. Mas, nem sempre é possível fazer todas estas refeições pela falta de tempo, por não saber quais os alimentos mais adequados ou porque simplesmente não temos fome.

No entanto, o nosso dia alimentar deve ser bem distribuído e devemos, não só pelo nosso bem-estar físico, mas também bem-estar mental, respeitar os pequenos “intervalos” ou “pausas” durante o dia de trabalho e aproveitar para fazer uma refeição, seja ela principal ou apenas um pequeno snack, evitando ficar muito tempo sem comer. Quando estes intervalos não são respeitados, o que se verifica frequentemente é uma maior sensação de fome no final do dia, normalmente antes do jantar. E quando isto acontece não há qualquer controlo nos alimentos que serão ingeridos nem nas suas porções.

A fome que se sente no final do dia pode ser um pouco ingrata não só porque ainda é cedo para jantar ou porque já é tarde para fazer um lanche. Primeiro, um dos fatores que temos que perceber é se realmente sentimos fome ou se é vontade de comer, ou seja, a fome é física ou é emocional?

Antes de comermos qualquer alimento devemos fazer esta pergunta: “Estou fisicamente com fome?”. Caso consiga responder que não e que até aguenta até ao jantar então deve perceber a fonte desta fome emocional: Será um hábito? Será que é por se sentir ansioso ou chateado, deprimido ou aborrecido? Se responder que sim a alguma destas questões então é provável que esteja a ingerir mais calorias do que aquelas que o corpo necessita.

Procure relaxar e acabar o dia com tranquilidade. Caso a fome seja física então é um sinal de que muito possivelmente o seu dia alimentar não tenha sido equilibrado o suficiente. No entanto existem várias dicas para evitar esta fome antes do jantar:

  • Fazer várias refeições durante o dia evitando grandes períodos de jejum, tentando respeitar, se possível, intervalos de cerca de 3 horas entre elas.
  • Antecipe a hora da sopa. A sopa deve fazer parte de uma refeição principal completa, no entanto esta não tem de ser consumida imediatamente antes do prato principal. Prepare sopa para vários dias e, quando chega a casa basta aquecê-la, sendo uma alternativa bem mais saudável que as bolachas ou até mesmo o pão.
  • Se possível, antecipe a hora de jantar. Caso sinta necessidade pode então mais tarde fazer uma pequena ceia leve e saudável;
  • Faça um segundo lanche da tarde. Opte pela fruta e snacks saudáveis como uma peça de fruta e/ou um punhado de frutos secos, ou até mesmo um queijo fresco ou um iogurte antes ou ao sair do trabalho. Outra alternativa é ir petiscando os legumes e vegetais lavados, em cru, enquanto está a preparar o jantar, e que servirão para acompanhar o prato principal.
Catarina Sofia Correia Nutricionista Clínica Tejo Saúde, Parceira Fitness Hut - Grupo Viva Gym Número de cédula: 2653NE
Catarina Sofia Correia
Nutricionista Clínica Tejo Saúde, Parceira Fitness Hut – Grupo Viva Gym
Número de cédula: 2653NE