O treino deve fazer parte do teu dia.

0

Correr não é só correr…requer dedicação, esforço e muita disciplina. Antes de querer começar a correr, devera traçar bem o seu objetivo de depois sim planificar o seu planeamento de treino. Um treino organizado, faz com que não perca o seu foco. “ Nunca por a carroça a frente dos bois”

O plano de treino, pretende desenvolver diversas qualidades ou capacidades físicas: força, flexibilidade, resistência, velocidade, equilíbrio, coordenação, agilidade, ritmo, descontração.

Correr não é só calçar uns ténis, e começar a correr. Existe todo um processo que o atleta nunca devera por de parte. Disciplina é fundamental. Para que toda a magia aconteça.

O treino é toda uma dedicação e tempo . “Não vale apena traçar um objetivo, sem disciplina”.

Tudo faz parte do plano de treino, a vida social,  uma boa  nutrição, e boa recuperação.   Melhorando assim o desempenho do atleta.

Ais que a  postura e boa técnica é importante para que o atleta tenha uma passada eficiente, porque correr é conseguir transportar de forma eficiente o peso do nosso corpo.

A técnica de corrida é importante para evolução do atleta, torna a corrida mais económico e eficaz.

Se aceitarmos que realmente existem benefícios com a melhoria da técnica de corrida, então devemos melhora la, que porque os exercícios que podemos utilizar são de simples execução e podem ser realizados em qualquer lado, por exemplo no final de um treino de corrida continua, ou durante o aquecimento para um treino intervalado.

Ao ser feito este trabalho, vai contribuir para sua corrida e também a coordenação motora.

A técnica de corrida tem que fazer parte do treino, é uma peça fundamental.

Exercícios técnica de Corrida.

1 – Skiping Baixo ((Ankledrill) 

Características  técnicas mais importantes : o apoio pelo ativo pelo terço anterior do pé com o movimento circular, extensão completa da perna de impulsão, bacia alta, tronco direito, trabalho descontraído e coordenado dos braços. subida ligeira dos joelhos, grande frequência gestual.

Objetivos: o principal objetivo é conseguir uma grande frequência, sem alterações significativas da postura.

Erros  mais frequentes: contração excessiva; perna de impulsão fletida, apoio incorreto do pe no solo; movimentos descoordenados dos braços; pouca frequência gestual.

2 – Skipping Alto (Highkneerun)

Características técnicas mais importantes: apoio ativo pelo terço anterior do pé, extensão completa da perna de impulsão; bacia alta; tronco direito; trabalho descontraído e coordenado dos braços, subida dos joelhos joelhos à horizontal, movimento circular das penas, pé fletido, frequência elevada.

Objetivos: manutenção de uma atitude alta e simulação da fase de balanço á frente  com subida dos joelhos, extensão da  perna de impulsão e movimento circular

Erros  mais frequentes: subida exagerada do joelho ou demasiado baixo; perna de impulsão fletida e bacia atrasada; movimento pendular das pernas; apoio incorreto do pe no solo (pela ponta do pe pelo calcanhar); movimentos descoordenados dos braços; apoios pouco ativos e pouca frequência gestual.

3 – SKIPPING Atras (ButtKickers)

Características técnicas mais importantes: apoio ativo pelo terço anterior do pé; flexão rápida da perna por baixo do glúteo , tronco direito e bacia alta, trabalho dos braços, frequência elevada.

Ojectivos: simular a fase da recuperação da passada de corrida, conseguindo ao mesmo tempo um movimento descontraído e de grande frequência gestual

Erros mais frequentes: excessiva inclinação do tronco à frente; recuperação da perna a bater muito atras, movimentos descoordenados dos braços, pouca frequência, contração exagerada, apoio no solo pela ponta do pe (a travar).

4 – Saltos Ritmados de pe para pé

Características técnicas mais importantes: apoio muito dinâmico pelo terço anterior do pe; movimento o pe em “grifée; extensão completa da perna de impulsão; bacia alta; tronco direito, movimento coordenado dos  braços.

Objectivos: Treinar dinâmico e o movimento de “grifée” d apoio, sendo um excelente exercício para estabilização  de uma  boa postura solida e alta da corrida.

Erros mais frequentes: apoio pouco dinâmico do pe no solo, apoio incorreto do pe ( pela ponta do pe ou pelo calcanhar); flexão da perna de impulsão, tronco demasiado atrasado com um movimento demasiado amplo (chutos para frente) das pernas; movimento descoordenados dos braços.

Combinações de Exercícios

A partir destes quatro exercícios é possível fazer diversas combinações, jogando com fatores de complexidade e dificuldade, ou com fatores de velocidade de execução. outro tipo de combinações pode ser feito alternando os diferentes exercícios.

Objetivos : estas combinações podem ter  varias objetivos, como quebrar a monotonia do treino, proporcionando aos atletas exercícios mais variados; melhorar a coordenação motora com a introdução de exercícios mais complexos, alternar  movimentos de grande frequência com movimentos mais lentos, como estímulos neuromusculares.

TÉCNICA DE CORRIDA -EXERCÍCIOS

5 -SkippingPernas extensão-pointer(Straight legskips)

 

6 -Skipping lateral (Lateral skips)

Um grande atleta não é só aquele que ganha e tem futuro, mas sim, todos aqueles que estão empenhados em dar o seu melhor lutando pelos seus objetivos.  luta sem medos.

Fonte: Carla Tavares – Personal Trainer @ Fitness Hut Almada

Fotos: Liete Couto Quintal

Fitness Hut – Ginásios premium lowcost em Lisboa, Porto e Braga

“Treinar o músculo é o desenvolvimento do cérebro”