Óculos Graduados ou Lentes de Contacto?

0

No mundo competitivo dos desportos, onde mínimos pormenores fazem a diferença e, considerando que 80% das informações que recebemos do exterior, chegam através da visão, garantidamente o atleta terá o seu desempenho potencializado com uma visão adequada. Qualquer atleta que necessite de correcção da sua visão deverá utilizá-la também, na prática desportiva, para garantir que a desempenho não é afetada. Mas qual a melhor alternativa para quem precisa de correcção: óculos graduados ou lentes de contacto?
Hoje, quem sofre com problemas de visão não precisa, necessariamente, de utilizar óculos graduados. Além desta opção, existem também as lentes de contato e ainda, quando aplicável, a cirurgia de miopia.

Há quem prefira usar somente óculos graduados e quem prefira colocar lentes de contato, pois cada pessoa adapta-se melhor a um tipo de tratamento e há, ainda, quem alterne entre o uso dos dois. Assim, é importante conhecer os prós e os contras do uso de cada tratamento para problemas da visão.

Vantagens e desvantagens do uso de óculos graduados:

A principal vantagem do uso de óculos graduados para correção de problemas de visão é que não oferece riscos à saúde ocular, pois não tocam no olho, como o caso das lentes de contato. Os óculos são a forma de tratamento mais tradicional para este tipo de problema e podem ser encontrados nas mais variadas formas, cores e preços.

Por outro lado, o uso dos óculos graduados pode causar alguns desconfortos porque distorcem a visão periférica, o que poderá ser uma desvantagem a nível desportivo. A visão periférica dos óculos restringe ou limita os campos visuais em aproximadamente 15%, em comparação com as lentes de contato, onde a visão é mais natural.

Os óculos também podem ser considerados pouco atraentes para a aparência, mas cada vez mais essa situação se está a inverter. O principal ponto negativo dos óculos é que são menos práticos para a utilização nas atividades desportivas, sobretudo as que envolvem possibilidades de contacto físico, onde a utilização de óculos graduados pode até ser considerada perigosa, podendo partir e causar lesões.

A utilização de óculos graduados nas atividades desportivas, caso não sejam um modelo específico para praticar desporto, pode-se tornar muito desconfortável. Com o suor e o impacto da actividade, os óculos podem cair, ou mesmo que o atleta utilize uma fita, simplesmente pode não haver uma adaptação perfeita ao rosto e existir desconforto.

Também há a possibilidade dos óculos graduados embaciarem com as mudanças de temperatura, no decorrer da actividade, dificultando a visão, e a menos que o atleta possua uns óculos de sol graduados, a desvantagem do atleta não poder proteger os seus olhos com proteção UV.

Vantagens e desvantagens do uso das lentes de contato

As lentes de contato são uma alternativa mais prática em alguns aspectos, quando comparada aos óculos. Podem ser utilizadas em atividades desportivas, sem a desvantagem de haver risco de quebra, e permite ao atleta seleccionar uns bons óculos de sol específicos para a atividade desportiva, com protecção UV para evitar os danos causados pela radiação. No caso da corrida, como existe deslocação de ar, é recomendado o uso de óculos de proteção para impedir a secagem lacrimal (que possibilita a queda das lentes de contato) e a penetração de poeiras ou outras impurezas.

Além disso, não alteram a aparência, pois são quase imperceptíveis. Outras vantagens do uso de lentes de contato são a garantia da visão periférica e de uma visão mais estável e uma percepção melhor de profundidade. O tamanho das imagens também é mais natural em relação aos óculos, cujas lentes estão afastadas dos olhos, aumentando a imagem para os hipermétropes ou diminuindo no caso dos míopes.
Porém, as lentes de contato exigem mais cuidados, higiene e tempo de dedicação para que a sua utilização não seja prejudicial à saúde ocular. É preciso mantê-las sempre limpas e ter atenção ao prazo de validade.

Outra desvantagem da utilização de lentes de contacto é que é necessário ter o máximo cuidado possível ao colocar nos olhos para não contaminar as lentes com impurezas presentes nos dedos e nas unhas. Também é preciso ter cuidados relativamente ao seu acondicionamento, o qual deve ser feito em frasco específico e embebido em solução apropriada. As lentes de contato descartáveis são uma opção que dispensa a rotina de limpeza, no entanto mais dispendiosa.

Para quem pratica natação, ou outro desporto aquático, o uso de lentes de contacto é possível, mas exige muitos cuidados extras. Geralmente, a manutenção das piscinas é feita com cloro e outros produtos químicos que podem irritar e causar desconforto durante o uso. Outro factor que deve ser levado em consideração é o ph da água, que indica os níveis de acidez ou alcalinidade. A melhor opção são as lentes de contato descartáveis e de utilização única.

A procura por um oftalmologista é decisiva para se obter bons resultados com esta tecnologia corretiva da visão. A variedade de lentes de contato e a adequação ao estilo de vida e tipo de correção necessária são as principais demandas para o médico oftalmologista decidir junto ao paciente.

A maioria das lentes de contacto são gelatinosas ou hidrofílicas, com alta concentração de água e que permite a passagem do oxigénio, existindo também as rígidas, que estão no mercado atualmente com variações de modelos o que permite uma crescente aceitação, levando-se em conta a comodidade de uma lente segura de uso prolongado que necessita retirar apenas uma vez na semana. As lentes de contacto são frequentemente indicadas para a correção de miopia, hipermetropia, astigmatismo e presbiopia. Apesar da ampla possibilidade, a oftalmologista alerta que não são todos os pacientes que tem indicação para lentes de contato. A indicação do uso de lentes ocorre de forma personalizada para cada paciente, mediante testes de adaptação ocular e ao próprio estilo de vida e rotinas diárias do paciente.

Fontes:

Adaptação: